travel photographer of the year 2009

Saíram os ganhadores do Travel Photographer of the year 2009, um concurso de fotos cujo o tema é ‘Viagem‘.  Eu vi ano passado e esse ano estou apaixonada pelos vencedores de novo *–* As fotos são muito boas, super bem trabalhadas e editadas, e algumas surpreenderam em perspectiva (Como a do vencedor da categoria Foto ùnica  Homeland, Craig Easton).

Como eu não posso, infelizmente, postar todas as fotos vencedoras e nem todos so Runners up (os segundos colocados), vou por as favoritas, por isso, preparem-se para muitas fotos  (lll)

O primeiríssimo lugar, com a melhor foto do ano, foi Akash de Blangadesh. Ele fez dois portifólios, um com fotos da (des)montagem de navios em algum lugar terminado com ÃO e outro de surfistas de trem. Esse último lhe rendeu o prêmio de fotógrafo do ano, e essa é a foto de destaque:

 

A jovem fotógrafa do ano foi Courtney Krawec de 15 anos, da Austrália. O tema do portifólio era Um Lugar Que Eu Amo (A Place I Love) e ela com quatro fotos mostrou lugares lindos com um luz incrível e ainda com fotos de garotas como ela conseguiu mostrar como se sente nesses lugares.

O vencedor da categoria Pessoas do Mundo foi Martin Edström, da Suécia. E não vou comentar mais porque não gostei dessa categoria é.

O vencedor da categoria Belezas naturais foi Craig Churchill , do Reino Unido, com suas fotos de ursos polares, mas pra mim quem devia ter  o prêmio era Daisy Gilardini da Suíça, por causa do liiiindo trabalho no branco que ela conseguiu. Os dois citados, na ordem:

E por último, porque o wordpress não vai mais aguentar tanta mídia, na categoria Homeland, o vencedor foi o indiano Poras Chaudhary, com a foto Espírito da Índia

Entrem aqui (clica aê) pra ver todas as fotos do consurso =)

santa claus is coming to town

E aí galera, quero ver as mãosinhas pra cima uhu! Clima de natal, todo mundo happy feet forever vou fazer um post natalino ou não.
Primeiro eu quero falar pra todo mundo assistir Expresso Polar! Eu sei, passou no SBT ontem, mas nem é por isso, é porque é um filme realmente bom, que dá pra se emocionar de verdade [eu me emocionei i-i], as músicas são lindas tanto em inglês como em português, têm toda uma magia, é de bonito de verdade. Aí em baixo tem uma partezinha que eu gosto, aperta o play e aumentao volume UHU.

E, como é natal, nada melhor do que dicas de natal! Sim, eu sou uma pessoa boa e vou dar dicas de natal no maior estilo mais você.
Primeiramente os presentes: Não comprem presentes! Isso é tudo estratégia pras empresas lucrarem mais e aumentarem a nossa dependência nesse meio capitalista globalizado! Façam cartões cheio de amor e corações e carinho ! Mãe, não leia isso, é tudo de brimks,re.

A ceia de natal: Não comam muito na ceia de natal porque depois dela vem o ano novo que significa praia, que significa biquini. E comer muito gera gordura, sou gênio. Pessoas gordas de biquíni é algo que não rola mesmo, galera. Então se controlem na comida, a não ser que você seja abençoada por Deus e não consiga engordar, aí vai na fé, amiga! (ui)

Amigo secreto/oculto/x: It’s a trap, bino! Você dificilmente vai tirar alguém que você quer, vai ser difícil escolher presente e a pessoa ainda vai ficar com cara de bunda quando receber um par de meias pretas do tamanho errado , observe:

Depois dessas dicas maravilhosas, eu quero mostrar pra vocês o video que a Camila me mandou, e que com certeza foi a melhor coisa que eu vi nesses ultimos quinze dias: A Laranja Chata! O video ainda não tem legenda, mas não é difícil de entender, juro. Assistam, vale a pena, e são vários episódios


HEY SANDY! e o junior kd.

o amor não é uma dor

Ele tinha preparado tudo. Comprara um pano xadrez como mandava a tradição dos piqueniques e trouxera toda a comida. O parque estava um pouco mudado mas ainda tinha toda a magia, principalmente nessa época do ano. Enquanto esperava sentado num banquinho de madeira lembrava de momentos engraçados que vivera com ela, como no dia que a apresentou à sua família, ou o dia que apareceu de surpresa na casa dela para levá-la a um passeio na praça. Ela, com certeza, tinha sido a melhor coisa que lhe acontecera nesses tempos.
E foi no meio dessas lembranças que ela chegou. Estava linda, como sempre, mas hoje parecia ainda mais radiante, com um sorriso enorme e os olhos brilhando, fixados nele, que esperou que ela sentasse para abraçá-la carinhosamente e mexer em seus cabelos, dizendo:
“Quarenta e cinco anos depois você continua maravilhosa.”

Love is all you need…