criando personagens

Brasileiro não perdoa. A imagem do povo brasileiro bonzinho, que gosta de todos os outros, que se respeita e vive em harmonia não é verdadeira em sua totalidade. Tive certeza disso ontem, quando fiquei sabendo da morte do comediante Cláudio Chirinian, mais conhecido pelo seu pesonagem ET, que fazia dupla com Rodolfo (sim, é aquele do microfone subliminar QQ) no Domingo Legal do Gugu. Quando a notícia saiu, surgiram, do nada, dezenas (talvez até centenas) de fãs do ET. Disseram que o personagem fazia parte da história da televisão, que adoravam suas músicas e que ele faria muita falta. Mas que paradoxo! Pois me lembro muito bem que, quando a dupla sumiu da televisão, as mesmas pessoas e a maioria dos telespectadores deram graças aos céus e afirmaram que ele era uma das piores coisas da televisão brasileira. Passou do ridículo ao herói na hora  que morreu.

Mas essa “volatilidade“, por assim dizer, dos brasileiros, é perceptível em outro momentos, muito mais comuns. Um dia desses vi um jogador ser vaiado no campo por perder um gol. No mesmo jogo, ele cobrou um pênalti e saiu como herói. Foi do céu ao inferno em menos de 90 minutos, porque temos essa mania incessante de criar heróis e vilões o tempo todo, todos os lugares, por qualquer motivo. Político: vilão. Gari que sorri na escola de samba: Herói. Ronaldinho gaúcho há alguns anos: Herói. Ronaldinho gaúcho hoje: vilão. Garoto que larga os estudos pra ir ajudar no Haiti: Herói. Ou Vilão. Depende do ponto de vista, da conveniência.

Mais uma vez, afirmo: brasileiro não perdoa. E você, é herói ou vilão?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s